entre em contacto!
Filtrar por resultados...
Melhorar a Tomada de Decisão
Aumentar o Trabalho em Equipa
Melhorar a Produtividade
Melhorar a fiabilidade
Melhore a operabilidade
Melhorar a manutibilidade
Aumentar a Segurança
Aumentar as condições para inspecção
Melhorar as condições ambientais
Reduzir Inventário
Reduzir utilização de Papel
Reduzir Custos
Reduzir Risco
Resolver Problemas
Reduzir a Variação
Reduzir Desperdício
Reduzir Tempo de Paragem
Optimizar o uso de recursos
Cumprir Prazos
Garantir Conformidade
Definir e optimizar o posto de trabalho
Reduzir o tempo de mudança de ferramenta
Risk Management

Porquê a Gestão de Risco?

A Gestão de Risco assegura a identificação, a avaliação e priorização dos riscos para o seu negócio de forma a estabelecer as acções necessárias para controlar, eliminar ou mitigar o impacto de eventos de acordo com os requisitos do referencial de gestão de risco ISO 31000.

Sempre que tentamos alcançar um objetivo, há sempre a possibilidade de que o plano não siga como esperado. Assim, o risco deve ser gerido, usando uma abordagem sistemática de gestão de risco, que levará à redução da incerteza.

O que é risco? 

De acordo com a ISO 31000, o risco é o “efeito da incerteza sobre os objetivos”, e um efeito é um desvio positivo ou negativo do que é esperado. Então, risco é a probabilidade de haver um desvio positivo ou negativo do objetivo que esperamos alcançar. 

O risco combina a probabilidade e a severidade potencial de um evento em potencial. 

Um evento de alto risco teria uma alta probabilidade de ocorrer e um impacto severo se realmente ocorresse. 

 

A norma de Gestão do Risco - ISO 31000 

A ISO 31000 é uma norma genérica para a gestão de riscos. Foi desenvolvida pelo Comité Técnico ISO 262, Gestão de Risco. O nome oficial da norma é O é ISO 31000: 2018 Gestão de riscos - Diretrizes. 

A ISO 31000 define um conjunto de diretrizes - não requisitos. Essas sugestões ou diretrizes estão descritas nas seguintes seções: 

4. Princípios de Gestão de Risco 

5. Estrutura de Gestão de Risco 

6. Processo de Gestão de Risco  

A ISO 31000 2018 pode ser usada por qualquer organização, não importa a dimensão ou âmbito. Pode ser aplicado a: 

  • qualquer sector ou indústria 
  • qualquer tipo de risco 
  • todos os tipos de atividades 
  • um nível estratégico para ajudar a tomar decisões 
  • ajudar a gerir e controlar processos, operações, funções, projetos, programas, produtos, serviços e ativos. 

 

Benefícios da Gestão de Riscos 

A gestão de riscos, quando adequadamente implementada e aplicada, levará sua organização a: 

  • Melhorar a identificação dos riscos e controlo da gestão de riscos. 
  • Melhorar as atividades dedicadas à prevenção de perdas e gestão de incidentes. 
  • Cumprir os requisitos legais e regulamentares. 
  • Melhorar a eficácia de suas atividades de gestão. 
  • Melhorar a confiança em seus stakeholders. 
  • Optimizar a qualidade de relatórios de caracter obrigatório e mesmo voluntários. 
  • Cumprir as normas e padrões internacionais. 
  • Estabelecer uma base para planeamento baseado em risco e tomada de decisão. 
  • Permitir um comportamento proativo em relação á gestão de riscos, mudanças imprevistas no desempenho organizacional. 
  • Aumenta a probabilidade dos objetivos da empresa serem cumpridos. 

 

O que é o Asset Management? 

Asset Management é a gestão de activos. A gestão de activos é um conjunto de atividades coordenadas, que englobam a gestão dos custos, oportunidades e riscos em relação ao desempenho expectável dos activos para atingir os objetivos da empresa.   

A gestão de activos é a arte e a ciência de tomar as decisões certas e optimizar o valor acrescentado. Um objetivo comum é minimizar o custo do ciclo de vida dos ativos, mas podem existir outros fatores críticos, como o risco ou continuidade de negócios, a serem considerados objetivamente nessa tomada de decisão. 

Saiba mais sobre

Asset Management

saiba mais
Saiba todas as novidades sobre a g3p consulting. Subscreva agora.