entre em contacto!
Filtrar por resultados...
Melhorar a Tomada de Decisão
Aumentar o Trabalho em Equipa
Melhorar a Produtividade
Melhorar a fiabilidade
Melhore a operabilidade
Melhorar a manutibilidade
Aumentar a Segurança
Aumentar as condições para inspecção
Melhorar as condições ambientais
Reduzir Inventário
Reduzir utilização de Papel
Reduzir Custos
Reduzir Risco
Resolver Problemas
Reduzir a Variação
Reduzir Desperdício
Reduzir Tempo de Paragem
Optimizar o uso de recursos
Cumprir Prazos
Garantir Conformidade
Definir e optimizar o posto de trabalho
Reduzir o tempo de mudança de ferramenta

O que é excelência operacional? 

A Excelência Operacional é uma filosofia na qual a resolução de problemas, o trabalho em equipa e os resultados de liderança são impulsionados por uma implementação consistente e exigente da estratégia de negócios da empresa.

O processo envolve o enfoque nas necessidades dos clientes, mantendo toda a organização motivada e envolvida melhorando continuamente as atividades, pensando no posto de trabaho e na sua função. 

Excelência Operacional

Os drivers de Excelência Operacional são baseados em metodologias de melhoria contínua, como Lean Thinking, Inovação, Six Sigma e Scientific Management, mas também integra a estrutura organizacional e o desenvolvimento de liderança. 

Uma empresa Operacionalmente Excelente terá menor risco operacional, menores custos operacionais e aumento da margem em relação aos seus concorrentes, criando valor para os clientes e acionistas e deve ser a chave para o sucesso da Asset Management. 

Operational Excellence Assessment

Plano de transformação de Excelência Operacional

Melhorar a sua organização e processos exige iniciativas de excelência operacional como lean, six sigma e engenharia de processo para transformar o status atual. A excelência operacional é uma jornada que envolve transformação, aplicando as ferramentas certas aos processos corretos, incluindo a digitalização, quando isso é mais eficaz.

Esses programas vão suportar o programa de optimização, com uma abordagem holística, na qual a redução de desperdício é vista como cultura em toda a organização.

Operational Excellence Program

Excelência operacional SMART

A Excelência Operacional é uma filosofia na qual a resolução de problemas, o trabalho em equipa e os resultados de liderança são impulsionados por uma implementação consistente e exigente da estratégia de negócios da empresa. O processo envolve o foco nas necessidades dos clientes, mantendo os funcionários envolvidos e motivados, melhorando continuamente.

Uma empresa Operacionalmente Excelente terá menor risco operacional, menores custos operacionais e aumento de receita em relação a seus concorrentes, criando valor para os clientes e acionistas e deve ser a chave para o sucesso na gestão de activos.

O uso da digitalização para transformar a forma tradicional de trabalho contribuirá na Excelência Operacional para gerir riscos e melhorar custos, desempenho, qualidade e segurança. Após a transformação, a sustentabilidade é uma necessidade, por isso é necessário mudar os processos e adaptar as competências a essa nova forma de trabalhar.

Key Performance Indicators and Reports

Os melhores Key Performance Indicators e Reports

Um Key Performance Indicator (KPI) é um valor mensurável que demonstra a eficiência com que uma empresa está a atingir os principais objetivos de negócios. As organizações usam os KPIs para avaliar seu sucesso ao atingir os objetivos.

Definir os dashboards e usar Business inteligence permitirá obter uma gestão visual muito agradável para os diferentes níveis da organização que o ajudarão a monitorar o desempenho de sua empresa com uma redução do esforço administrativo. Esses dashboards exigirão a definição dos principais indicadores de desempenho, recolha de dados e ferramentas de análise.

Overall Equipment Effectiveness

O que é o Overall Equipment Effectiveness?

O Overall Equipment Effectiveness, designada como OEE, é um método reconhecido pelo sector para medir o desempenho do activo/equipamento em relação ao seu potencial máximo.

Os resultados são apresentados de forma genérica, permitindo a comparação entre unidades de fabricação em diferentes setores.

Uma das formas e a mais utilizada para calcular OEE = Disponibilidade X Desempenho X Qualidade e fornece uma compreensão detalhada sobre os desperdícios no processo de fabricação, dividindo-os nos três factores de perda.

O OEE também foi avaliado como um agente de mudança eficaz para reunir manutenção, produção e engenharia para tratar de questões que afetam o desempenho operacional, conforme medido pelas perdas.

Continuous Improvement

Melhoria Contínua como forma de viver

A melhoria contínua, também chamada de melhoria continuada, baseada no ciclo PDCA (Planear-Fazer-Controlar-Actuar) é a melhoria contínua de produtos, serviços ou processos.

A melhoria contínua pode ser implementada usando melhorias incrementais ou inovadoras. Estes podem ser aplicados de forma intercambiável, mas a melhor maneira de implementar um programa completo de melhoria contínua será a combinação de ambos. Ao fazer isso, você pode lidar com vitórias rápidas, dando a projetos complexos e maiores o tempo e a atenção necessários.

Há uma grande variedade de métodos e metodologias de melhoria contínua que podem ser usados ​​para alcançar os melhores resultados, como Six Sigma, Lean, Inovação, Total Quality Management. Tudo o que é necessário é selecionar e combinar essas ferramentas e o resto é magia!

O benefício da melhoria contínua torna a sua empresa constantemente melhor, melhorando as suas práticas para tornar a sua equipa e seus negócios mais eficientes, precisos e eficazes.

Sempre haverá espaço para melhorar seus processos e métodos!

Innovation

Tudo o que precisamos é de inovação!

A inovação pode ser descrita como "uma nova ideia, pensamentos criativos, novas imaginações em forma de dispositivo ou método". A inovação é frequentemente entendida como a aplicação de soluções melhores e mais eficazes que atendem a novos requisitos, necessidades não articuladas ou necessidades de mercado existentes.

A inovação envolve a aplicação deliberada de informações, criatividade e iniciativa na obtenção de valores maiores ou diferentes dos recursos e inclui todos os processos pelos quais novas ideias são geradas e convertidas em produtos ou processos úteis. Para as empresas, a inovação pode aumentar a probabilidade de sucesso do seu negócio.

A aplicação de normas de gestão de inovação, como a ISO / CD 50501 ou NP4457, orientará os esforços da sua empresa para a jornada de inovação, um fator-chave de sucesso para a competitividade.

Lean Thinking

Lean - remova o desperdício e aumente o valor para o cliente

O Lean Thinking é uma mentalidade - uma maneira de ver o mundo. O Lean é focado, eliminando desperdícios e aumentando o valor do cliente. Estabelecer valor permite que as organizações criem um valor top-down. O custo para produzir os produtos e serviços é então determinado. A organização concentra-se na eliminação de desperdícios para que eles possam entregar o valor que o cliente espera ao mais elevado nível de lucro.

Na filosofia Lean, deveremos concentrar em actividades que agregam valor ao cliente, devendo eliminar ou reduzir todas as outras atividades que não agregam valor. Se não adicionar valor, é um custo.

Seleccione as ferramentas Lean mais usadas: Kaizen, 5S, SMED, Análise de Causa Raiz, Kanban, Value Stream Mapping, PDCA, de uma grande caixa de ferramentas que pode usar conforme necessário para reduzir o desperdício.

Six Sigma

Target zero defeitos com Six Sigma

O Seis Sigma é uma abordagem e metodologia disciplinada e orientada por dados e utilizando estatística, para eliminar defeitos (seis desvios padrão entre a média e o limite de especificação mais próximo) em qualquer processo, seja de desenvolvimento, produção, qualidade e tanto para produto como serviço.

O Seis Sigma é um método que fornece ferramentas às organizações para melhorar a capacidade de seus processos de negócios. Esse aumento no desempenho e a diminuição na variação do processo ajudam a reduzir os defeitos e melhorar os lucros, o moral dos funcionários e a qualidade dos produtos ou serviços.

Para alcançar o Six Sigma - estatisticamente - um processo não deve produzir mais de 3,4 defeitos por milhão de oportunidades.

Operator Driven Reliability

Melhorando os resultados através da fiabilidade liderada pelo operador

O ODR (Operator Driven Reliability) - fiabilidade liderada pelo operador é um programa de gestão de activos que envolve operadores na fiabilidade e na manutenção de seus ativos.

Para que o operador se torne num recurso eficaz para melhorar a fiabilidade do equipamento, ele deve ser capaz de prever falhas antes que elas ocorram por meio da identificação antecipada do trabalho a realizar e ser capaz de diagnosticar e ajudar a resolver problemas.

Para desenvolver operadores com esse recurso, há dois pré-requisitos críticos: a formação e um processo definido e orientado pela fiabilidade para a análise de falhas e identificação antecipada. Isso torna os operadores altamente valiosos na nos processos de manutenção.

Root Cause Analysis

Porque devemos usar a análise de causa raiz?

A análise de causa raiz consiste numa análise detalhada das causas do sintoma de um problema. A maioria das organizações usa erroneamente o termo “causa raiz” para identificar apenas uma causa principal. Concentrar-se numa única causa pode limitar o conjunto de soluções, resultando na exclusão de soluções viáveis. A investigação da causa raiz fornece uma explicação visual simples de todas as causas que contribuíram para o problema.

A raiz é o sistema de causas que revela todas as diferentes opções de soluções. Ao usar a investigação de causa raiz, a palavra raiz na análise de causa raiz refere-se a uma possível causa ou causas abaixo do sintoma. O Output deverá resultar em várias oportunidades para reduzir o risco e reduzir os problemas.

Com as causas raíz identificadas, o problema pode ser resolvido!

Se você encontrar as causas, você pode resolver o problema!

Project Management

O que é a Gestão de Projectos?

A gestão de projectos pode ser descrito como o processo que integra as fases de iniciação, planeamento, execução e controlo e encerramento, desde o início até a sua conclusão, para atingir uma meta final em um determinado período, com certo custo e qualidade, através da mobilização de projetos. recursos materiais, recursos tecnológicos, recursos financeiros e recursos humanos.

O principal desafio da gestão de projetos é atingir todas as metas do projeto dentro das restrições dadas, alcançando o melhor resultado possível do trinómio custo-prazo-qualidade.

Assim definida, a gestão de projetos pode ser aplicado a projetos de gestão de ativos, projetos de excelência operacional, projetos OEE, projetos Lean, projetos six sigma, projetos de resolução de problemas, projetos de transformação digital, projetos de fiabilidade, projetos de manutenção, projetos de implementação de sistemas de gestão informático de manutenção, desenvolvimento de produtos e Projetos IDI, projetos de desenvolvimento de processos, aquisição de novos equipamentos, ampliação ou construção de novos sites / fábricas, projetos de otimização de processos, reorganização da empresa, processo de transformação, projeto de treinamento, projeto de investimento, entre outros.

Industrialization Toolkit

Toolkit Industrialização

O processo de industrialização desenvolve-se através da padronização de todos os processos (compras, aceitação, produção e testes) e inspeções, utilizando o Kit de Ferramentas de Industrialização. Durante o processo de industrialização o equipamento, necessário para garantir a produção em série, também é validado.

Saiba mais sobre

Asset Management

saiba mais

Excelência Operacional

saiba mais

Manutenção e Fiabilidade

saiba mais

Transformação Digital

saiba mais

Formação e Coaching

saiba mais
Saiba todas as novidades sobre a g3p consulting. Subscreva agora.