entre em contacto!
Filtrar por resultados...
Melhorar a Tomada de Decisão
Aumentar o Trabalho em Equipa
Melhorar a Produtividade
Melhorar a fiabilidade
Melhore a operabilidade
Melhorar a manutibilidade
Aumentar a Segurança
Aumentar as condições para inspecção
Melhorar as condições ambientais
Reduzir Inventário
Reduzir utilização de Papel
Reduzir Custos
Reduzir Risco
Resolver Problemas
Reduzir a Variação
Reduzir Desperdício
Reduzir Tempo de Paragem
Optimizar o uso de recursos
Cumprir Prazos
Garantir Conformidade
Definir e optimizar o posto de trabalho
Reduzir o tempo de mudança de ferramenta
Root Cause Analysis

Porque devemos usar a análise de causa raiz?

A análise de causa raiz consiste numa análise detalhada das causas do sintoma de um problema. A maioria das organizações usa erroneamente o termo “causa raiz” para identificar apenas uma causa principal. Concentrar-se numa única causa pode limitar o conjunto de soluções, resultando na exclusão de soluções viáveis. A investigação da causa raiz fornece uma explicação visual simples de todas as causas que contribuíram para o problema.

A raiz é o sistema de causas que revela todas as diferentes opções de soluções. Ao usar a investigação de causa raiz, a palavra raiz na análise de causa raiz refere-se a uma possível causa ou causas abaixo do sintoma. O Output deverá resultar em várias oportunidades para reduzir o risco e reduzir os problemas.

Com as causas raíz identificadas, o problema pode ser resolvido!

Se você encontrar as causas, você pode resolver o problema!

O que é análise de causa raiz? 

A causa raiz é o problema central que desencadeia toda a reação de causa e efeito que, em última instância, leva ao (s) problema(s). 

A análise de causa raiz é um processo sistemático que faz parte de um processo mais global de resolução de problemas e é parte integrante da melhoria contínua. Por isso, a análise de causa raiz é um dos principais blocos de construção nos esforços de melhoria contínua de uma organização. É importante notar que a análise da causa raiz em si não produzirá nenhum resultado. Deve fazer parte de um esforço maior de resolução de problemas para melhoria da qualidade. 

 

Preparação de dados para análise de causa raiz 

Um estudo de análise de causa raiz efetivo é baseado na tomada de decisão e isso depende de quão eficaz é a gestão dos dados.

Para suportar a análise de causa raiz dentro de um processo de resolução de problemas, a equipa deve seguir estas etapas para obter dados para tomada de decisão: 

  1. Esclareça a pergunta que você deseja responder. 
  2. Identifique as informações necessárias para responder à pergunta. 
  3. Determine quais informações estão disponíveis e quais não estão disponíveis. 
  4. Adquirir as informações que não estão disponíveis para análise 
    • Identifique as fontes para obter os dados 
    • Desmaterializar dados apenas existentes no papel, necessários para entender o histórico das causas e a natureza do problema. 
    • Definir o processo de recolha de dados, para posterior análise 
  5. Recolha dos dados necessários 
  6. Criar KPIS e relatórios para visualização de dados 
  7. Avaliar a qualidade dos dados 
  8. Analise dos KPIS e relatórios 
  9. Identificar as causas raiz com base na informação disponibiizada 
  10. Resolva o problema. 

Abordagens para a resolução de problemas 

Existem várias abordagens para resolver problemas. Todos elas são eficazes se usados corretamente. Vamos destacar o 8D Report  e A3. 

O 8D representa as 8 disciplinas ou as 8 etapas críticas para resolver problemas. É uma abordagem científica altamente disciplinada e eficaz para resolver problemas crônicos e recorrentes. 

As Oito Disciplinas de Resolução de Problemas (8D) é uma metodologia de resolução de problemas projetada para encontrar a causa raiz de um problema, planear uma correção de curto prazo e implementar uma solução de longo prazo para evitar problemas recorrentes. Quando fica claro que seu produto está com defeito ou não está a satisfazer os seus clientes, um 8D é um excelente primeiro passo para melhorar a qualidade e a confiabilidade. 

A Ford Motor Company desenvolveu esta metodologia de resolução de problemas, então conhecida como TOPS (Team Oriented Problem Solving), na década de 1980. O uso do 8D mostrou-se tão eficaz que foi adotado pela Ford como o principal método de documentar os esforços de resolução de problemas, e a empresa continua a usar a 8D hoje. 

O 8D tornou-se muito popular entre os fabricantes na indústria automóvel porque é eficaz e razoavelmente fácil de aprender. Abaixo, você encontrará os benefícios de um 8D, quando for apropriado e como será realizado. 

O processo 8D tem Análise de Causa Raiz (RCA) incluida. Todas as técnicas de resolução de problemas incluem RCA dentro de sua estrutura. As etapas e técnicas dentro de 8D que correspondem à Análise de Causa Raiz são as seguintes: 

  • O sintoma é quantificado e convertido em “Objeto e Defeito” 
  • O Sintoma é convertido em Declaração do Problema usando 5Why´s 
  • Possíveis e Potenciais Causas são recolhidas usando ferramentas dedutivas (por exemplo, Fishbone ou Diagrama de Afinidade) 
  • A declaração do problema é convertida em Descrição do problema usando. É / Não é 
  • Análise comparativa entre os itens Is e Is Not (alteração da descrição do problema) 
  • As teorias da Causa Raiz são desenvolvidas a partir de possíveis causas remanescentes na ferramenta dedutiva e associadas a mudanças de É / Não é 
  • Compare teorias com dados atuais e desenvolva experiências para verificação de causa raiz 
  • Teste e confirme as causas principais 

O Relatório A3 é uma ferramenta muito útil para resolução de problemas e melhoria contínua. Foi usado pela primeira vez pela Toyota e está rapidamente a ganhar popularidade na indústria hoje. As empresas devem começar a ver os problemas como oportunidades de melhoria. O formato do Relatório A3 permite que todas as etapas de identificação, esclarecimento, análise e resolução do problema sejam documentadas em uma única folha de papel. 

O Relatório A3 é baseado no método Planear, Executar, Verificar, Agir (PDCA). O processo PDCA é designado Deming Circle. O Relatório A3 incorpora essa premissa básica à solução de problemas e melhoria contínua. 

O formato do Relatório A3 pode ser usado para comunicar de forma mais eficaz todas as informações pertinentes com maior impacto visual. Embora o Relatório A3 seja uma ferramenta de comunicação eficaz, é muito mais valioso como ferramenta de solução de problemas e pensamento crítico que pode ser usada para impulsionar a melhoria contínua.

O Relatório A3 promove uma mentalidade de resolução de problemas / melhoria contínua entre os membros da equipa participante. É uma excelente ferramenta para gestores e supervisores compartilharem técnicas de resolução de problemas com suas equipas. Com recursos limitados, a conclusão de um Relatório A3 formal pode não ser aplicável a todos os problemas. 

O seu uso deve ser determinado com base no tamanho do problema e seu impacto no negócio ou organização. O Relatório A3 e o modo de pensar A3 são ferramentas valiosas para iniciativas Lean e para integrar uma cultura de solução de problemas em toda a organização. 

Saiba mais sobre

Excelência Operacional

saiba mais
Saiba todas as novidades sobre a g3p consulting. Subscreva agora.