entre em contacto!
Filtrar por cargo...
Gestão de Topo
Melhoria Contínua
Logística
Operações
Produção
Manutenção
Finanças
Qualidade
Gestão de Projeto
Segurança
Ambiente
Recursos Humanos
Informática
Membro de Equipa Projeto
Filtrar por resultados...
Melhorar a Tomada de Decisão
Aumentar o Trabalho em Equipa
Melhorar a Produtividade
Melhorar a fiabilidade
Melhore a operabilidade
Melhorar a manutibilidade
Aumentar a Segurança
Aumentar as condições para inspecção
Melhorar as condições ambientais
Reduzir Inventário
Reduzir utilização de Papel
Reduzir Custos
Reduzir Risco
Resolver Problemas
Reduzir a Variação
Reduzir Desperdício
Reduzir Tempo de Paragem
Optimizar o uso de recursos
Cumprir Prazos
Garantir Conformidade
Definir e optimizar o posto de trabalho
Reduzir o tempo de mudança de ferramenta
Filtrar por curso...
Programa Melhores Práticas em Asset Management
ISO 55000
Gestão do Risco
Gestão do ciclo de vida dos activos
Gestão da Informação e Conhecimento dos Activos
Mapeamento de processos de negócios
Organização e Competências
Sistema de Gestão Integrado
ISO 9001
ISO 13485
ISO TS 16949
Programa de Excelência Operacional
Indicadores Chave e relatórios de desempenho
Overall Equipment Effectiveness
Melhoria Contínua
Criatividade e Inovação
Lean e Six Sigma
Gestão de Projectos
Manutenção Autónoma e a fiabilidade pelo Operador
Análise de causa raiz - Resolução de Problemas
FMEA
Programa de Eliminação de Defeitos
VSM - Value Stream Mapping
5S - Organização do posto de trabalho
Kanban
Mudança de ferramentas e SMED
Poka-Yoke - à prova de erro
Kaizen
Melhores práticas na manutenção e fiabilidade
Gestão da Fiabilidade
Design for ROMSI
Desenvolvimento da estrutura hierárquica
Análise da criticidade dos activos
Análise da condição dos activos
Melhores Práticas na definição da Estratégia de Manutenção
RCM e FMECA
Sistema de registo de falhas e gestão de acções corretivas
Orçamento com base zero e controlo de custos
Planeamento, calendarização e execução da manutenção
Gestão de peças de manutenção
Gestão de contratos de manutenção
TPM - Manutenção Produtiva Total
Modelo de Negócio da Cadeia de Valor Digital com CANVAS
Roadmap para a Digitalização
Gestão de Activos SMART
Excelência operacional SMART
Gestão da manutenção e fiabilidade SMART
Tomada de Decisão baseada em Dados
Processos sem papel
Sistema Informatico de Gestão da Manutenção
Seleccionar parâmetros para manutenção preditiva
Paperless OAC

Objetivos da Formação melhores práticas na definição da estratégia de manutenção

Com a Formação melhores práticas na definição da estratégia de manutenção, será capaz de:
•    Compreender o objectivo de uma estratégia de fiabilidade
•    Compreender as diferentes ferramentas para desenvolver um plano de manutenção
•    Aprender como selecionar uma estratégia de manutenção eficaz
•    Aprender a descrever as tarefas de manutenção
•    Aprenda como preparar um plano de manutenção
•    Saiba como otimizar um plano de manutenção
O desenvolvimento de informações para planos de manutenção, com base na análise de risco, levará à aplicação das abordagens de manutenção mais adequadas, proporcionando um nível aceitável de operacionalidade e risco, de maneira eficiente e económica.

O que são as melhores práticas na definição da estratégia de manutenção?

Estratégia de manutenção é um processo de decisão que deve ser baseado em ferramentas RCM / FMECA, que irá garantir a abordagem de manutenção mais eficaz para garantir que seus ativos sejam capazes de operar de acordo com sua função, quando necessário com o menor risco e custo.
Assim, a equipa decidirá, com base na avaliação de riscos, informações disponíveis e objetivos estabelecidos pela organização, que atividades podem aumentar a fiabilidade, a produtividade e a eficácia geral do equipamento (OEE) e reduzir a falha.
Infelizmente, algumas organizações esperam até que um componente falhe antes de tomar medidas para repará-lo ou substituí-lo. Todos os ativos exigem manutenção periódica para continuar a funcionar de forma eficiente. Encontrar o equilíbrio adequado das abordagens de manutenção é fundamental para minimizar o tempo de inatividade dos ativos e reparar os custos, mantendo um ambiente seguro para os funcionários.

Existem três tipos básicos de estratégias de manutenção:
•    Manutenção preventiva
A manutenção preventiva é a manutenção que ocorre antes que algo avarie. É uma abordagem baseada em tempo ou baseada em contagem de medidores que é realizada em intervalos predeterminados para reduzir o risco de falha ou a degradação do desempenho dos ativos. O objetivo da manutenção preventiva é minimizar o tempo de inatividade não planeado e reduzir os custos de reparação. A manutenção preventiva nem sempre pode impedir s avarias.
Trabalhos realizados regularmente Reparação, substituição, inspeção, limpeza e lubrificação 

•    Manutenção Reativa
A manutenção reativa, também conhecida como a estratégia de execução para falha ou de operação para falha, é quando é realizada a intervenção depois do equipamento falhar ou quando a sua função se está a degradar.
Esta abordagem pode parecer mais barata, mas a longo prazo irá gastar mais, a não ser que faça parte de uma estratégia de manutenção.
Quando a organização está em modo de manutenção reativa, a maioria de suas atividades de manutenção diárias é impulsionada por problemas imprevistos.

•    Manutenção preditiva
A manutenção preditiva é uma abordagem baseada na condição para manutenção. Em vez de executar os serviços por calendário, é avalada a condição dos componentes para determinar se eles precisam ser inspecionados ou substituídos. A manutenção preditiva deve estar ligada á manutenção preventiva para os melhores resultados. Exemplos de manutenção preditiva incluem análise de óleo, análise térmica e análise de vibração.

Além dessas 3, existem outras abordagens que permitem que o know-how incorpore o relacionado com falhas técnicas e as mudanças necessárias para melhorar a confiabilidade e a manutenção do ativo, tais como

•    Manutenção proativa
A Manutenção Proativa é a integração da análise RCA, resultados de medição dos dados derivados da manutenção Preditiva e Preventiva.

•    Design out Maintenance 
Design out são o redesenho / melhoria do ativo executado para melhorar a confiabilidade e a capacidade de manutenção do ativo para manter o ativo tão bom quanto novo.
Design out Maintenance are the asset redesign/enhance performed to improve asset reliability and maintainability to maintain the asset As Good as New. 

Curso de Formação melhores práticas na definição da estratégia de manutenção

Os formandos irão participar num workshop com sessão teórica e prática que irá incorporar as melhores práticas na definição da estratégia de manutenção e aplicar o conhecimento num caso prático.
O workshop melhores práticas na definição da estratégia de manutenção será realizado com parte prática que irá garantir a implementação dos conceitos adquiridos durante a formação teórica e irá reforçar a compreensão dos fundamentos, métodos e ferramentas básicos associados ao desenvolvimento de um Programa para identificação das melhores práticas na definição da estratégia de manutenção em que serão usados modelos específicos e um exemplo de referência.

 

Saiba mais sobre

Formação e Coaching

saiba mais
Saiba todas as novidades sobre a g3p consulting. Subscreva agora.