entre em contacto!
Filtrar por resultados...
Melhorar a Tomada de Decisão
Aumentar o Trabalho em Equipa
Melhorar a Produtividade
Melhorar a fiabilidade
Melhore a operabilidade
Melhorar a manutibilidade
Aumentar a Segurança
Aumentar as condições para inspecção
Melhorar as condições ambientais
Reduzir Inventário
Reduzir utilização de Papel
Reduzir Custos
Reduzir Risco
Resolver Problemas
Reduzir a Variação
Reduzir Desperdício
Reduzir Tempo de Paragem
Optimizar o uso de recursos
Cumprir Prazos
Garantir Conformidade
Definir e optimizar o posto de trabalho
Reduzir o tempo de mudança de ferramenta
Contracts Management

Gestão de contratos - ainda precisa controlar o trabalho de manutenção?

O objetivo da Gestão de Contratos é ter prestadores de serviços estratégicos, com desempenho e Nível de Serviço consistente, ao melhor preço. Este processo inclui a decisão de subcontratação, definição de contrato, mobilização, execução e controlo, avaliação, com base no tipo de contrato estabelecido.

Ao decidir usar serviços subcontratados, a definição clara do âmbito e da forma de controlo é crucial para assegurar que os resultados esperados da estratégia de manutenção sejam efetivos.

O que é a Gestão de contratos? 

Outsourcing é o processo de transferência de uma parte de seus processos de negócio e funções a uma organização de terceiros localizado em outro lugar, através de contrato. 

 

Quais são as vantagens do outsourcing?  

A subcontratação permite flexibilidade financeira, sendo que as organizações pagarão apenas pelos serviços de que precisam e quando precisam. Também reduz a necessidade de contratar e treinar pessoal especializado, traz conhecimentos de engenharia de fora e reduz as despesas de capital, gerando um melhor controle dos custos operacionais. O acordo de subcontratação pode mudar conforme as suas necessidades de manutenção mudam. 

 

O que é um SLA? Práticas recomendadas para contratos de nível de serviço 

Um acordo de nível de serviço (SLA) é uma parte crítica de qualquer contrato de outsourcing. O SLA define os limites do contrato em termos das funções e serviços que o fornecedor de serviços fornecerá e identifica os padrões de serviço que o fornecedor de serviços deve responder. Um SLA bem elaborado define com precisão as expectativas para ambas as partes e fornece orientação para medir o desempenho para as metas definidas. 

Se a função subcontratada for essencial para os negócios, é importante identificar as consequências adicionais por não conseguir os padrões de serviço, como designar as funções críticas como níveis de serviço principais e identificar os critérios para terminar o contrato em caso de necessidade. 

 

Riscos potenciais na sub-contratação 

Serviços de manutenção subcontratados têm riscos, que devem ser considerados para poderem ser mitigados: 

  • Savings não realizadas ou custos ocultos 
  • Diminuição da flexibilidade 
  • Contrato deficiente ou má seleção de parceiro 
  • Perda de conhecimento ou perda de conhecimento / habilidades 
  • Perda de controle / competência central 
  • Problemas com fornecedores (baixo desempenho ou más relações, comportamento oportunista, não dando acesso aos melhores talentos ou tecnologia) 
  • Perder clientes, oportunidades ou reputação 
  • Duplicação de entrada de dados para gestão de manutenção 
  • Falta de informações para gerenciamento de manutenção no EAMS / CMMS. 

Para evitar essa realidade, é importante ter um processo eficaz de Gestão de Contratos em vigor. 

Saiba mais sobre

Manutenção e Fiabilidade

saiba mais
Saiba todas as novidades sobre a g3p consulting. Subscreva agora.